História da Penitência coloca em xeque sua relação com Equilíbrio

pen1

Como definir o Equilíbrio? Se houvesse um ser que representasse esse conceito, seria possível ele assumir uma forma sem afetar o equilíbrio próprio do mundo? Estas são questões levantadas na história Paradoxo, escrita por mim e desenhada por Alex Classwar, e protagonizada pela personagem Penitência, de Marcos Franco.

pen2

As aventuras da Penitência exploram limites entre o Caos e a Ordem, uma vez que a “heroína” serve a uma desconhecida força chamada Equilíbrio, que rege o Universo através da harmonia e da parcimônia. Para manter essa balança de forma neutra, Penitência atua punindo àqueles que provocam o Caos ou a Ordem.

Em Paradoxo, Penitência escuta o lamento de uma mulher. Embora não faça parte dos planos de Equilíbrio ajudá-la, Penitência acaba comovida com seu pranto e conhece sua aflição: um dos seus três filhos desapareceu misteriosamente. E esta é apenas a ponta do iceberg: a gravidez da moça se deu de maneira excepcional. As três crianças nasceram ao mesmo tempo, mas cada uma com um rosto diferente, similares aos três homens que estupraram a mulher, quando ela ainda era virgem. Desde então, a mulher tem vivido assombrada pela sua estranha casa e pelos seus filhos.

pen3

O paradoxo está no sentimento humanista da Penitência, contraditório com a ausência de forças positivas e negativas pregada pelo Equilíbrio. Para ela é inaceitável o sofrimento daquela mulher, no entanto, se deseja continuar sua “vida” como Penitência, deve aceitar e se apegar à sua missão.

Qual será a decisão da Penitência?

A HQ encontra-se, atualmente, na fase de desenhos. Nesse post estão os esboços de Alex Classwar. Logo o quadrinho estará pronto. Aguardem!

pen4

7 respostas para História da Penitência coloca em xeque sua relação com Equilíbrio

  1. Cara, passei apenas para dizer que essa história é “DUCARALHO” gostei pacas e espero que seja finalizada o mais rápido o possível!!!
    Abraços

  2. Muito Bom disse:

    Caralho, sua definição da personagem ficou fantastica nesse texto e inclusive me ajudou a ter mais noção do que vc pretendia com o roteiro que me passou, parabéns…

  3. Marcelo Oliveira disse:

    Valeu a força, Fabrício! Eu e Alex estamos trabalhando pra terminar essa hq e depois penso em cotinuar escrevendo mais roteiros da Penitência.

    Alex,
    Ainda bem que esclareci alguns pontos com esse texto. No momento em que escrevi o roteiro ele tava mesmo meio complicado. Acho que agora tá melhor pra entender!

  4. Alex Genaro disse:

    Gostei dessa abordagem, só acho que o visual da Penitência é meio “anos 90” botas, correntes e espinhos sei lá, já que estão dando uma direção nova com as histórias, poderiam dar uma repaginada no visual também. É só uma opinião é claro. Mas a direção que vc esta tomando esta bacana.

    Um Abraço

  5. Alex Genaro disse:

    Gostei da direção que esta tomando, só acho que o visual da Penitência é muito anos noventa, é difícil olhar para as correntes e espinhos e não lembrar do Spawn, quem sabe para acompanhar a mudança de direção no roteiro não seria legal uma repaginada no visual?

    É só uma opinião é claro.

    Mas a sipnose e os desenhos estão bacanas.

    Um Abraço

  6. Eichi disse:

    So espero que os desenhos fiquem a altura do roteiro

  7. notonozou disse:

    desenhos uma droga roteiro deprimente personagem sofrive,…. para tudo e vai arrumar outra ocupação

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: