Dia 24/09 é dia de cultura popular, música e quadrinhos no Museu de Arte Contemporânea!

21/09/2010

Após um bem sucedido pré-lançamento no Aberto do CUCA, o álbum em Quadrinhos “Lucas da Vila de Sant’Anna da Feira” terá coquetel de lançamento no dia 24/09 (próxima sexta-feira), a partir das 19 horas, no Museu de Arte Contemporânea de Feira de Santana (ao lado da Biblioteca Municipal Arnold F. Silva). A obra, patrocinada pelo MinC/BNB, através do Edital de Microprojetos Culturais, recria a história de Lucas da Feira, uma das maiores figuras históricas da cidade de Feira de Santana e região circunvizinha. Uma prévia da história pode ser lida aqui: http://issuu.com/roteirizandohq/docs/lucasdafeirahq

Além deste lançamento, será lançado no event a HQ Kuei e a Senhora de Sárvár, de autoria do roteirista Marcelo Lima e do desenhista Joel Santos, que narra as aventuras do vampiro arqueólogo Kuei em busca da cultura já extinta dos vampiros que moravam na Terra.


Página da HQ “Kuei e a Senhora de Sárvar”

Acontecerá, também, bate-papo com os autores, oficina gratuita de roteiro e desenho de quadrinhos (patrocinadas pela Funceb), exposição de ilustrações e show do Bando Farinha de Guerra. Venha para nossa festa!

O quê: Lançamento da HQ “Lucas da Vila de Sant’Anna da Feira” + HQ “Kuei e a Senhora de Sárvar” + show do Bando Farinha de Guerra + Exposição de Ilustrações + Oficina de História em Quadrinhos

Quando: 24/09/2010 A partir das 19 horas, exceto a oficina que acontecerá das 14-17h (desenho); a exposição ficará do dia 24/09 até o dia 24/10

Onde: Museu de Arte Contemporânea de Feira de Santana – Rua Geminiano Costa, n°255, Centro, ao lado da Biblioteca Municipal Arnold F. Silva

Quanto: Entrada franca no evento e oficina gratuita. As HQs estarão sendo vendidas por: “Lucas da Vila de Sant’Anna da Feira” – R$10; “Kuei e a Senhora de Sárvar” – R$5

Contatos:
Inscrição na oficina e contato sobre o evento: marcelocaterpillar@gmail.com/marcosfranco@ymail.com/lucasdafeirahq@gmail.com
Telefones: (75)9993 – 2443 [Marcelo]/(75)8833 – 3798 [Marcos}
blog: www.roteirizandohq.wordpress.com
orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=105338431
twitter: www.twitter.com/olucasdafeira

Para conhecer mais sobre a HQ “Lucas da Vila de Sant’Anna da Feira”: http://bit.ly/9FSfnW


Tarde em Quadrinhos com Aleco e Betonnasi

20/09/2009

cartaz_quadrinhos_virtual.jpg


Tarde em Quadrinhos

Acontece na sexta-feira, dia 25 de setembro, das 14 às 18 horas, uma conferência sobre Quadrinhos, Mangá e Humor Gráfico com Aleco e André Betonnasi. Aleco é formado em Desenho e Plástica (licenciatura) pela Escola de Belas Artes da UFBA, já foi selecionado em diversos salões de humor no país e no exterior e ilustrou vários periódicos como o Jornal Tribuna da Bahia, os jornais laboratórios da Facom-UFBA e da FIB e a Revista Lupa. Já Betonnasi é doutorando em Comunicação e Cultura Contemporânea pela UFBA, membro pesquisador do GRAFO – Grupo de Análise em Fotografia, tem experiência de pesquisa em histórias em quadrinhos, narrativas visuais (fotografia e quadrinhos), texto/imagem, mangá, tipicidade do herói e mito.

As inscrições podem ser feitas através do e-mail tardeemquadrinhos@gmail.com (enviando nome completo, RG e curso) ou presencialmente, no caso de sobra de vagas.

O evento será dividido em dois momentos, um primeiro com Aleco sobre Humor Gráfico, especialmente em periódicos, e um segundo com André Betonnasi sobre Mangá, tema de seu doutoramento. Ao final, haverá ainda espaço para perguntas.

Trata-se, também, de um aperitivo pré-lançamento do número 7 da Revista Fraude, que mais uma vez trará uma história em quadrinhos na editoria Imaginando. Tanto a Fraude quanto o Tarde em Quadrinhos são trazidos a você pelo grupo PET da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (PETCOM-UFBA).

O quê: Conferência sobre Quadrinhos e Humor Gráfico

Quando: 25/09 (sexta-feira), das 14 às 18h.

Onde: Auditório da Facom – UFBA

cartaz_quadrinhos_virtual.jpg


Tarde em Quadrinhos

Acontece na sexta-feira, dia 25 de setembro, das 14 às 18 horas, uma conferência sobre Quadrinhos, Mangá e Humor Gráfico com Aleco e André Betonnasi. Aleco é formado em Desenho e Plástica (licenciatura) pela Escola de Belas Artes da UFBA, já foi selecionado em diversos salões de humor no país e no exterior e ilustrou vários periódicos como o Jornal Tribuna da Bahia, os jornais laboratórios da Facom-UFBA e da FIB e a Revista Lupa. Já Betonnasi é doutorando em Comunicação e Cultura Contemporânea pela UFBA, membro pesquisador do GRAFO – Grupo de Análise em Fotografia, tem experiência de pesquisa em histórias em quadrinhos, narrativas visuais (fotografia e quadrinhos), texto/imagem, mangá, tipicidade do herói e mito.

As inscrições podem ser feitas através do e-mail tardeemquadrinhos@gmail.com (enviando nome completo, RG e curso) ou presencialmente, no caso de sobra de vagas.

O evento será dividido em dois momentos, um primeiro com Aleco sobre Humor Gráfico, especialmente em periódicos, e um segundo com André Betonnasi sobre Mangá, tema de seu doutoramento. Ao final, haverá ainda espaço para perguntas.

Trata-se, também, de um aperitivo pré-lançamento do número 7 da Revista Fraude, que mais uma vez trará uma história em quadrinhos na editoria Imaginando. Tanto a Fraude quanto o Tarde em Quadrinhos são trazidos a você pelo grupo PET da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (PETCOM-UFBA).

O quê: Conferência sobre Quadrinhos e Humor Gráfico

Quando: 25/09 (sexta-feira), das 14 às 18h.

Onde: Auditório da Facom – UFBA


Seja o Patrocinador do projeto “Elegia”

28/08/2009

projeto elegia

Conheça o projeto “Elegia” de criação de histórias em quadrinhos educativos e lúdicos para jovens acima dos 16 anos. O projeto foi aprovado pelo Pró-Cultura e agora necessita de seu apoio para se tonar realidade.

Objetivos do projeto

– Finalizar e lançar 1000 exemplares da história em quadrinhos “Elegia”

– Divulgar o lançamento do projeto

– Estimular os jovens à leitura, através de uma narrativa ficcional com linguagem de quadrinhos, mas contendo informações didáticas a respeito de História, Geografia e outros temas

– Realizar um Workshop de novos quadrinhistas para quarenta pessoas

Justificativa

As Histórias em Quadrinhos sempre foram populares entre as crianças e são umas das responsáveis pelas suas primeiras experiências de leitura. No entanto, o momento crucial da atividade de leitura ocorre quando essas crianças se tornam jovens, adentram o Ensino Médio e precisam se preparar para uma futura vida acadêmica, a qual exigirá delas capacidade de interpretação, gosto por ler, aptidão para redação e criatividade. Pensando nesse público que a Revista em Quadrinhos “Elegia” foi desenvolvida.

Elegia é um gênero poético caracterizado pelas lamentações ou homenagens a um ente querido ou uma figura pública. Na revista, serão narradas as aventuras de Kuei, um vampiro de Arcádia (um país imaginário, terra das fadas e da poesia), que vem à Terra num futuro onde os meios de comunicação desapareceram quase que por completo. Em nosso planeta ele atua como um pesquisador da cultura vampírica terráquea, utilizando seu dom de psicometria (“ler” os resíduos psíquicos de objetos) para descobrir antigas lendas de vampiros e o contexto histórico de produção de cada uma delas. Ou seja, uma homenagem a uma figura mitológica bastante trabalhada pela ficção.

O apelo ao símbolo dos vampiros, popular entre os jovens (vide sucesso recente do romance “Crepúsculo”), a Revista Elegia procurará incentivar a prática de leitura dos seus leitores, sempre fazendo ganchos entre ficção e realidade, trazendo conhecimentos sobre História, Geografia e Ciências Naturais mesclados à narrativa de ficção. Assim, espera-se preencher, ainda que parcialmente, a necessidade de consumo de literatura ficcional, visto que esse tipo de leitura é a que mais fomenta a criatividade e a vontade de saber.

A revista terá  44 páginas, 36 com a narrativa e oito páginas para capa, contra-capa e os extras de cada edição. Nos extras serão inseridos detalhes históricos como mini-biografias dos personagens históricos e mitológicos, textos sobre a política e a economia da época abordada na revista e referências bibliográficas para estimular a pesquisa por parte dos jovens leitores.

A realização do projeto será importante pelo viés profissionalizante, uma vez que apresentará seus criadores, o roteirista Marcelo Lima e o desenhista Joel Santos, na edição de um material de conteúdo profissional; e também porque será realizado um Workshop de Histórias em Quadrinhos para 40 alunos, com técnicas de narrativa, de pesquisa para criação de roteiro e sugestões de possíveis usos das HQs (ficção, publicidade e nas salas de aulas).

De um modo geral, o projeto atenderá às demandas de formação de novos leitores e fortalecerá e divulgará a nona arte baiana. Mais especificamente, o projeto irá beneficiar os jovens feirenses, que poderão adquirir as revistas no lançamento e com os autores, e aos artistas amadores e profissionais da cidade que poderão se inscrever no Workshop de Histórias em Quadrinhos.

Nos quadros do meio, Vlad Tepes, à esquerda, Elizabeth Báthory, à direita. Figuras históricas importantes na trama.

Nos quadros do meio, Vlad Tepes, à esquerda, Elizabeth Báthory, à direita. Figuras históricas importantes na trama.

Contrapartidas e vantagens para a sua empresa

– Retorno de imagem da marca da empresa, que será associada a iniciativas educacionais, culturais e cidadãs, em parceria com a prefeitura de Feira de Santana.

– Associação da imagem da empresa à uma iniciativa ecologicamente correta, uma vez que os exemplares da revista serão impressos em material reciclado.

– Divulgação em blogs, sites, cartazes, folders, banners, jornais televisivos, impressoes e radiofônicos, nas revistas do projeto e por citação verbal no lançamento e no workshop.

– Como a verba do patrocínio é advinda da renúncia fiscal de até 20% do valor de ISS e IPTU, a empresa não gasta nenhum centavo a mais do que o que normalmente declara anualmente. Pelo contrário, faz esse valor se transformar em ação cultural e publicidade.

– Reserva de uma quantidade de revistas e de vagas do Workshop para os funcionários e dirigentes da empresa. A parcela das revistas será negociada pessoalmente.

– Segurança de estar investindo em um projeto reconhecido por um Conselho formado pela Secretaria de Cultura da Prefeitura de Feira de Santana.

Página da HQ. Nos dois quadros superiores, o humano Mercúrio à esquerda e o vampiro Kuei à direita.

Página da HQ. Nos dois quadros superiores, o humano Mercúrio à esquerda e o vampiro Kuei à direita.

Sobre os autores

Marcelo Lima

É estudante de Jornalismo da Universidade Federal da Bahia e roteirista de Quadrinhos. Vencedor do prêmio Intercom Regional na Categoria História em Quadrinhos de 2009, publica a Revista Fraude através de recursos do MEC para o Programa de Educação Tutorial. Já expôs HQs no Piauí e pesquisa cultura e sexualidade há dois anos no Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT). http://www.petcom.ufba.br/perfis/marcelo.html

Joel Santos

Ilustrador profissional associado à ABIPRO (Associação Brasileira de Ilustradores Profissionais). Já trabalhou com o personagem Xaxado, nos Estúdios Cedraz, e atualmente ministra aulas de desenho de mangá. http://www.joe-santos.blogspot.com/

Contatos

marcelocaterpillar@gmail.com

71 8870 2445

75 3625 6216

71 3237 2443


Curso de desenho de mangá em Salvador

22/07/2009

Aulas ministradas pelo meu amigo e parceiro de quadrinhos Joe Santos. O cara manja muito, veja desenhos dele aqui e aqui.


Eles cresceram! – A vez da Luluzinha

30/05/2009

4470_luluzinha

Depois do estirão da Turma da Mônica Jovem, é a vez da Turma da Luluzinha. Reproduzo abaixo texto do Blog dos Quadrinhos:

“Depois da Turma da Mônica Jovem, mais uma personagem das histórias em quadrinhos infantis chega a adolescência. É a Luluzinha que, a partir do mês de junho, estará nas bancas como “Luluzinha Teen e sua Turma”.

Como acontece com a turma do Maurício de Sousa, as histórias com a versão adolescente de Luluzinha também serão publicadas em estilo mangá. A personagem será lançada pela Pixel, um dos selos editoriais da Ediouro, e será produzida por autores nacionais.

Na nova versão, Luluzinha terá em torno de 15 anos. Ficará esbelta e manterá parte dos cachinhos, uma das marcas da personagem norte-americana. Bolinha por sua vez ficará magro. As histórias serão contadas em capítulos, tal qual ocorre nos mangás. A cantora Pitty faz uma participação especial na edição de estreia.

A Pixel tinha como carro-chefe as revistas da linha adulta da norte-americana DC Comics. A editora carioca rompeu o contrato neste ano e não lança nada desde janeiro. A ideia se assemelha muito ao projeto “Turma da Mônica Jovem”, feito pelos Estúdios Mauricio de Sousa, e não é difícil saber o porquê. Desde que foi lançada, a revista com a versão adolescente de Mônica, Cebolinha e companhia tem tido boa repercussão, tanto na mídia como de vendas.

Luluzinha estreou no Brasil em revista própria, publicada pela editora de O Cruzeiro no fim da década de 1950. Mas muitos leitores ainda a veem como personagem da Abril. A editora paulista publicou por anos a revista da personagem de vestido vermelho. O título foi cancelado na primeira metade da década de 1990.

Em 2006, a Devir “ressuscitou” a personagem. A editora republicou as primeiras histórias dela feitas por John Stanley a partir de 1945, dez anos depois da criação dela. A Devir lançou desde então seis álbuns e programa mais dois para este ano. Segundo a editora, os direitos de publicação estão mantidos, mesmo com a entrada da Ediouro.”

Luluzinha versão teen

Luluzinha versão teen

A Turma da Luluzinha Jovem irá de confronto direto com a Turma da Mônica Jovem, já que atinge o mesmo público. Para ver resenhas da Turma da Mônica Jovem, clique nos links:

https://roteirizandohq.wordpress.com/2009/04/14/turma-da-monica-jovem-8-conclui-o-arco-brilho-de-um-pulsar/

https://roteirizandohq.wordpress.com/2009/03/25/artigo-de-analise-da-turma-da-monica-jovem/

https://roteirizandohq.wordpress.com/2009/03/17/turma-da-monica-jovem-7-consolida-trama-de-ficcao-cientifica/

https://roteirizandohq.wordpress.com/2009/02/05/turma-da-monica-jovem-6-da-uma-guinada-rumo-ao-espaco-e-a-boa-qualidade-das-historias/

https://roteirizandohq.wordpress.com/2009/01/10/turma-da-monica-jovem-5-decepciona-ao-abordar-o-cotidiano-do-adolescente/



Artigo de análise da Turma da Mônica Jovem

25/03/2009

Resolvi postar um artigo de análise do primeiro número da Turma da Mônica Jovem. O artigo foi orientado pela professora Janira Borba e foi resultado dos nossos estudos sobre mídia, representações sociais e identidades culturais, na disciplina Comunicação e Atualidade I do curso de Comunicação da Universidade Federal da Bahia. Abaixo está o resumo do artigo. Para lê-lo na íntegra, clique aqui.

Resumo

O presente trabalho analisa a representação da juventude na edição #1 dos quadrinhos mensais da Turma da Mônica Jovem. O artigo discorre primeiramente sobre questões históricas e teóricas dos quadrinhos, com especial ênfase no estilo mangá, sobretudo no Brasil. Em seguida, são abordadas questões relativas às representações e à juventude, em interseção com aspectos identitários. Por fim, o trabalho procede à análise a que se propõe, da qual conclui que a representação da juventude nessa HQ evoca normas que remetem a uma juventude hegemônica e contribui para a manutenção de estereótipos e relações de poder, sem, contudo, deixar de suscitar questionamentos interessantes e apresentar identidades fragmentadas.

Palavras-chave

Representação – Juventude – Quadrinhos – Mangá – Turma da Mônica

Vá para o artigo!